Dicas úteis

5 sinais de um psicopata masculino em um relacionamento: como reconhecer e o que fazer, como esquecer

Pin
Send
Share
Send
Send


Infelizmente, não é tão fácil aprender a reconhecer homens perigosos - você deve poder ouvir seus instintos e confiar neles quando seu novo amigo diz ou faz algo que faz você se sentir ameaçado e perigoso. Homens perigosos se comportam de tal maneira que em seu comportamento você pode notar a convicção da justificação e legitimidade de suas ações. Além do exposto, lembre-se de que homens perigosos podem não ter nenhuma intenção de causar danos físicos a você. Em vez disso, eles vão prejudicá-lo emocionalmente, sexualmente e até são capazes de cometer um crime contra você.

O que é psicopatia?

Na literatura médica moderna, o termo "psicopatia" não é usado. Foi substituído pelo conceito de "transtorno de personalidade". Foi sugerido abandonar a terminologia obsoleta porque esse nome é negativo.

Os psicopatas não têm muitos sentimentos específicos do ser humano: empatia, gratidão, simpatia

A psicopatia é uma anomalia de personalidade.Com esta doença, o comportamento de uma pessoa doente muda dependendo da forma do distúrbio.

Na psicopatia, não há sintomas de dano cerebral, o que indica a presença de um intelecto desenvolvido no paciente. Os psicopatas são principalmente egoístas, para quem é importante estar no centro das atenções. Para esses indivíduos, as qualidades de liderança coexistem com o desequilíbrio emocional.

Os profissionais não podem responder sem ambiguidade se o transtorno de personalidade é uma doença mental. Eles avaliam essa condição como a linha entre o estado patológico da psique e um estado saudável.

Mas os psicólogos concordam claramente em uma coisa - essa condição requer tratamento.

5 sinais perigosos

Psicopatas masculinos cativam facilmente as mulheres. Ao se comunicar, eles mostram sinais de atenção, tendem a estar o mais próximo possível. Sempre original e romântico.

Mantenha facilmente uma conversa sobre vários tópicos. Como resultado desse namoro, a mente da vítima é emocionalmente cativada e ela não percebe os sinais perigosos de uma doença mental.

Excesso de confiança

Um parceiro com transtorno de personalidade está convencido apenas de sua própria retidão.Ele percebe quaisquer comentários sobre a incorreta de seu pensamento de forma agressiva e aguda.

As situações em que um psicopata comete erros são avaliadas negativamente por ele. No incidente, ele imediatamente começa a culpar outra pessoa, o destino e até o estado.

Mentira patológica

Como você sabe, a decepção começa com pequenas. A princípio, o parceiro repousa sobre insignificantes, e a mulher simplesmente não atribui nenhuma importância a isso. Com o tempo, o engano começa a tomar uma escala séria.

Mas neste caso, o psicopata tem desculpas significativas. Quando uma mulher tenta descobrir a verdade, uma pessoa doente mostra agressão ou ressentimento.

Ao mesmo tempo, devido à alta inteligência, um homem deliberadamente começa a enganar para que a vítima note uma mentira. Foi nesse momento que o psicopata desfrutou da impunidade e desamparo da mulher.

Jogo ao público

Um homem com transtorno mental geralmente mostra agressão, estando sozinho com a vítima. Para quem está de fora, o comportamento do psicopata muda dramaticamente.

Ele imediatamente mostra benevolência e cuidado com a mulher. Por esse motivo, muitas vezes até parentes e amigos próximos não acreditam na vítima, acreditando que ela está difamando uma boa pessoa ou provocando que ele seja rude.

Muitas meninas percebem o ciúme como um sinal de amor. De fato, esse sentimento é um instrumento de violência psicológica.

O mundo psicótico está cheio de ameaças ocultas.Ele acredita apenas em suas fantasias, e os argumentos da vítima não significam nada para ele. No início do caminho geral, o ciúme será percebido como um jogo inofensivo. Mas com o tempo, isso transformará a vida de uma pessoa no inferno.

Surtos de agressão

O fracasso em controlar a agressão e a raiva é um importante sinal de transtorno de personalidade.

Qualquer coisa pequena pode provocar um acesso de raiva em um psicopata: um copo sujo, jantar mal preparado e até bom humor para o segundo semestre.

A raiva sempre surge em um cenário. Primeiro, o homem começa a levantar a voz, gradualmente levando-se a um estado de raiva. Quando sua raiva atinge seu clímax, às vezes não apenas palavras, mas força física são usadas.

Como se comportar uma mulher com um marido psicopata

Uma pessoa com transtorno de personalidade procura destruir emocionalmente sua vítima.

Nesse sentido, você precisa saber como se proteger de um psicopata e como se comportar com ele:

  • Nas primeiras manifestações de censura ou insultos de uma pessoa doente, é melhor uma mulher fingir estar muito ocupada. Em tempos de exacerbação com essas pessoas, é importante manter distância.
  • Trazer para parentes e amigos informações de que seu homem "amado" tem um distúrbio de personalidade. Certifique-se de criar seu próprio grupo de suporte.
  • Desconfie de qualquer comportamento de um homem.
  • Não tome a palavra para um marido psicopata. Todas as informações provenientes dele devem ser analisadas e verificadas.
  • Se uma pessoa doente é propensa à violência, você deve apresentar um "plano de retirada". Aprenda os números de telefone de entes queridos que podem ajudar em uma emergência. Não custa nada ter um celular sobressalente, cuja existência ninguém saberá. As chaves de reposição da casa e do carro devem estar sempre à mão.
  • É importante manter a independência financeira ou abrir uma conta bancária pessoal em caso de fuga secreta de uma pessoa doente.
  • Ao se comunicar com um psicopata, é importante permanecer firme. A decisão tomada deve ser firme e não sujeita a revogação.
  • Qualquer informação para um marido psicopata deve ser transmitida em uma voz calma, quieta, mas firme. Ele deve entender que nenhuma manipulação passará.
  • Em resposta aos ataques do psicopata, irritação e medo não devem ser mostrados. Ele deve ver calma e confiança, mesmo quando uma pessoa está com muito medo.
  • Relate cuidadosamente as separações. É melhor fazer isso na presença de alguém de fora. Normalmente, as tentativas da vítima de romper o relacionamento são percebidas pelo psicopata com agressão e raiva.

Se você deseja deixar seu parceiro psicopata, sua esposa não deve sucumbir à culpa.A comunicação e a convivência com essa pessoa às vezes são perigosas para ela e para o resto da família.

Causas da psicopatia

As estatísticas indicam que 2% dos habitantes do mundo sofrem de psicopatia. Do número total de pacientes, 80% dos pacientes caem na parte masculina da população.

Se você quiser deixar seu parceiro psicopata, sua esposa não deve sucumbir à culpa

Ao mesmo tempo, pessoas com transtorno de personalidade costumam ter muito sucesso, ocupando posições de liderança. Os médicos não podem citar a causa exata do desenvolvimento da doença.

Mas os fatores de risco incluem:

  • lesões de nascimento
  • hereditariedade
  • doenças infecciosas da infância
  • a ocorrência de hipóxia durante o desenvolvimento fetal,
  • custódia excessiva de entes queridos,
  • choque psicológico em tenra idade,
  • ficar longe da família ou da educação em uma instituição pública,
  • condições ambientais adversas
  • falta de atenção.

Especialistas concordam que os psicopatas geralmente crescem em famílias monoparentais. Esses motivos não são fatores obrigatórios para o desenvolvimento de transtorno de personalidade. Mas a presença deles pode dar um impulso a isso.

Psicopata histérico

Uma pessoa com um distúrbio histérico procura se reconhecer como uma pessoa e, nesse sentido, demonstra aos outros sua superioridade, significância.

Essas pessoas trazem notas de teatralidade em seu comportamento: elas gesticulam fortemente, soluçam incontrolavelmente e se abraçam com entusiasmo.

Eles também têm uma forma patológica de mentiras. Psicopatas desse tipo são extremamente infantis, tendem a ser o centro das atenções. Um exemplo marcante desse tipo é o personagem da história em quadrinhos Harvey Dent.

Psicopata esquizóide

Uma característica distintiva dessa "categoria" de pessoas é a vulnerabilidade. Ao mesmo tempo, pacientes com transtorno esquizóide são despóticos. Eles têm um pedantismo pronunciado.

Eles são hostis ao seu ambiente social. Eles carecem completamente de um senso de empatia. O psicopata esquizóide foi o Dr. Mengele, que fez experiências com pessoas em Auschwitz.

Psicopata paranóico

Os paranóicos estabelecem super-objetivos.

A marca registrada de um psicopata esquizóide é a vulnerabilidade

Suas características distintivas:

  • alto egocentrismo
  • interesses limitados
  • pensamento estreito
  • presunção
  • suspeita excessiva
  • ciúme intenso.

Pacientes com desordem paranóica constantemente se inventam mal-intencionados. Um representante destacado dessa forma de psicopatia é Adolf Hitler.

Psicopata astenico

Pessoas com esse tipo de distúrbio têm:

  • aumento da ansiedade
  • sensibilidade
  • má adaptação,
  • timidez
  • incerteza.

Os planos de vida de Asteniks são divorciados da realidade. Eles constantemente manifestam obsessões, uma paixão pela auto-escavação.

Psicopata dissocial

O paciente tem um comportamento social estável, que se manifesta:

  • impulsividade
  • falta de culpa
  • incapacidade de manter relacionamentos próximos a longo prazo,
  • agressividade
  • falta de forcado.

Tais indivíduos vivem pelo princípio de "aqui e agora".

Eles não se importam com as consequências de suas ações. Na maioria das vezes, a sociopatia afeta pessoas de camadas populares da população, residentes urbanos, pessoas que passaram algum tempo na prisão e filhos de famílias numerosas.

Tratamento psicopático

Os psiquiatras na detecção precoce do distúrbio (em adolescentes) prescrevem "tratamento" na forma de influência social, prestando especial atenção às relações familiares, educação na escola.

A autoconfiança é boa, mas o principal aqui é a capacidade de avaliar sobriamente suas qualidades

Os psicopatas masculinos são contratados de acordo com o caráter mental, nível de inteligência.

Os métodos psicoterapêuticos de tratamento são aplicados simultaneamente ao paciente:

  • meditação
  • conversas frequentes
  • auto treinamento,
  • hipnose
  • terapia familiar.

Se necessário, os pacientes recebem terapia medicamentosa.

A escolha dos medicamentos depende da forma da psicopatia.

  • Recomenda-se aos indivíduos histeróides que tomem antidepressivos, tranquilizantes. Pessoas com instabilidade emocional fraca são prescritas preparações à base de plantas (erva-mãe, valeriana, erva de São João).
  • Psicopatas esquizóides são tratados predominantemente usando terapia cognitiva. Correção de drogas não faz sentido. Eles são aconselhados a tomar apenas taxas sedativas.
  • Psicopatas paranóicos tratados com tranquilizantesantipsicóticos.
  • No tratamento de psicopatas dissociais, recomenda-se o uso de drogas psicotrópicas.aliviando ataques de birras e agressões.
  • Neurolépticos prescritos para psicopatas astênicosque ajudam a reduzir a severidade das obsessões.

Os especialistas recorrem ao método médico de tratamento apenas em casos excepcionais. Primeiro de tudo, eles tentam lidar com o transtorno de personalidade com a psicoterapia.

Por que é difícil se separar de um psicopata

É difícil para as mulheres se afastarem de um homem com transtorno de personalidade. Isso se deve ao fato de que, devido à sua doença, elas são capazes de dar representantes brilhantes às mulheres na forma de presentes, confissões, sexo apaixonado.

Muitas mulheres têm certeza de que são capazes de "curar" uma pessoa doente com seu amor, para mudar a situação para melhor.

Por que os psicopatas são considerados amantes insuperáveis

Homens com transtorno de personalidade não têm sentimentos por mulheres. Mas eles podem demonstrá-los com maestria, mostrando destemor e autoconfiança.

Um homem perfeito aparece diante de uma mulher, ao lado de quem ele se sente confortável. O parceiro psicopata, ao contrário de seus "irmãos" normais, não aguenta o tempo.

Ele instantaneamente diminui a distância, imediatamente começa a trabalhar. Esse comportamento é percebido por uma mulher como uma prova de amor.

Conclusão

A psicopatia masculina nem sempre se manifesta por agressão.

Se, quando ocorre um problema, o parceiro não tenta se machucar, faz esforços para manter um relacionamento e ajusta sua condição com psicoterapia, então você não deve usar formas radicais de resolver o problema. Melhor tentar salvar a família.

Pin
Send
Share
Send
Send